5 clássicos do terror para ler no Halloween

Imagem: Canva

A celebração do Halloween é comum em países de língua anglo-saxônica, como os Estados Unidos, Canadá e Reino Unido. Nos países latinos, a comemoração também acontece, mas de forma mais tímida. No Brasil, não é diferente, a data é chamada de Dia das Bruxas e passa quase despercebida entre as comemorações brasileiras.

O nome que designa essa comemoração é inspirado na expressão “All Hallow’s Eve”, que, em português, significa “véspera de todos os santos”, uma referência à data celebrada pela Igreja Católica no dia 1º de novembro. Por isso, o Halloween é comemorado no dia 31 de outubro.

E se você curte explorar o mundo do terror, o Halloween é um dia perfeito para se aventurar em novas histórias do gênero, não é mesmo? Pensando nisso, selecionei 5 clássicos de terror para você entrar no clima da data! Confira:

Edgar Allan Poe: Medo Clássico

Pela primeira vez, os contos de Poe estão divididos por temas que ajudam a visualizar a grandeza de sua obra: a morte, narradores homicidas, mulheres etéreas, aventuras, além das histórias completas do detetive Auguste Dupin, personagem que inspirou Sherlock Holmes. Edgar Allan Poe: Medo Clássico apresenta ainda o poema “O Corvo” na sua versão original em inglês e nas traduções para o português de Machado Assis e de Fernando Pessoa, além do clássico ensaio sobre o poema, “A filosofia da composição”. O livro traz ainda o prefácio do poeta francês Charles Baudelaire, admirador do autor e seu primeiro tradutor na França. Este é um dos primeiros títulos da coleção Medo Clássico da DarkSide Books – que inclui outros autores eternos como Mary Shelley, Bram Stoker e h. P. Lovecraft -, sempre com texto integral, extras, notas e ilustrações exclusivas de renomados artistas brasileiros, em um projeto feito de fã para fã por quem ama e reverencia os grandes mestres da escuridão.

HP Lovecraft: Os melhores contos

Com enredos marcados pelo simbolismo e muitas vezes inspirado por seus constantes pesadelos, Lovecraft envolve o leitor em uma atmosfera tenebrosa, cujo desfecho é sempre surpreendente. Nessa coleção, reunimos alguns dos contos clássicos do autor em uma caixa feita especialmente para colecionadores e amantes do gênero. Nessa coleção, composta por três livros, reunimos alguns dos contos clássicos do autor em uma caixa feita especialmente para colecionadores e amantes do Gênero.

Leia também: Dia das Bruxas: 4 livros para celebrar a data mais sombria do ano

It: A coisa — Stephen King

Durante as férias de 1958, em uma pacata cidadezinha do Maine, Bill, Richie, Stan, Mike, Eddie, Ben e Beverly aprenderam o real sentido da amizade, do amor, da confiança… e do medo. O mais profundo e tenebroso medo. Naquele verão, eles enfrentaram pela primeira vez a Coisa, um ser sobrenatural e maligno que deixou terríveis marcas de sangue em Derry. Quase trinta anos depois, os amigos voltam a se encontrar. Uma nova onda de terror tomou a pequena cidade. Mike Hanlon, o único que permaneceu em Derry, dá o sinal. Precisam unir forças novamente. A Coisa volta a atacar e eles devem cumprir a promessa selada com sangue que fizeram quando crianças. Só eles têm a chave do enigma. Só eles sabem o que se esconde nas entranhas de Derry. O tempo é curto, mas somente eles podem vencer a Coisa. Neste clássico de Stephen King, os amigos irão até o fim, mesmo que isso signifique ultrapassar os próprios limites.

Drácula — Bram Stoker

A obra atemporal de Bram Stoker narra, por meio de fragmentos de cartas, diários e notícias de jornal, a história de humanos lutando para sobreviver às investidas do vampiro Drácula. O grupo formado por Jonathan Harker, Mina Harker, dr. Van Helsing e dr. Seward tenta impedir que a vil criatura se alimente de sangue humano na Londres da época vitoriana, no final do século XIX.

Frankenstein — Mary Shelley

Victor é um cientista que dedica a juventude e a saúde para descobrir como reanimar tecidos mortos e gerar vida artificialmente. O resultado de sua experiência, um monstro que o próprio Frankenstein considera uma aberração, ganha consciência, vontade, desejo, medo. Criador e criatura se enfrentam: são opostos e, de certa forma, iguais. Humanos! Eis a força descomunal de um grande texto.

Você gosta do Halloween? Já leu algum desses clássicos do terror que eu indiquei? Conta tudo aqui nos comentários, vamos adorar saber!

Fonte:
Brasil Escola

Gostou do conteúdo? Compartilhe!

Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on twitter
Tatiane Gimenes

Tatiane Gimenes

Tatiane é escritora, professora e idealizadora do Blog Escritopias. Entre uma leitura e outra, ela divide a sua paixão por escrever com o seu amor pela Educação. Sua missão é divulgar a literatura e a cultura por meio das suas escritas.

Deixe um comentário