Autora escreve sobre relações humanas com um pouco de ironia e acidez

Autora escreve sobre relações humanas com um pouco de ironia e acidez
Divulgação\Jeane Lima

Com intensidade e ao mesmo tempo leveza, Jeane Lima é uma autora que gosta de escrever sobre as relações humanas. Apaixonada pela literatura desde sua adolescência, a escritora contribui com o mundo dos livros demonstrando intensa paixão, e, às vezes, um pouco de ironia e acidez. Secretária de profissão, aos 47 anos, Jeane esbanja simpatia e está contando os dias para o fim da pandemia, quando irá poder se reencontrar com família e amigos. Confira o bate-papo com a autora.

Amo ler, escrever, e sou apaixonada por música.

Jeane Lima

SP – Primeiramente, quem é Jeane Lima?

JL – Nasci no Ceará, mas vim pra São Paulo ainda bebê, tenho uma filha de 10 anos com quem moro. Amo ler, escrever, e sou apaixonada por música. Frequento academia de ginástica, amo dançar, e amo me reunir com amigos e familiares, estou contando os dias pra acabar a pandemia e poder reencontrar todo mundo.

SP – Como iniciou sua carreira como escritora?

JL – Na adolescência, desenvolvi a paixão pela literatura e comecei a escrever poemas. Foi essa paixão que me levou para o curso de Letras, onde aperfeiçoei a escrita e mergulhei no universo dos contos, microcontos e crônicas.

SP – Qual o seu estilo de escrita?

JL – Gosto de escrever sobre as relações humanas, o cotidiano, às vezes usando um pouco de ironia ou acidez.

SP – Ano passado, você em parceria com a Trycia e alguns autores iniciou um projeto de vídeos pelo IGTV chamado Triálogo, correto? Conte um pouquinho como funciona essa parceria e como isso é importante para você como autora?

JL – Sim, o projeto inicial se chamava Diálogo que iniciou a partir de uma conversa minha com a Trycia, depois convidamos o Rafael para participar e virou Triálogo, na sequência entrou o Renato, mas o nome continuou o mesmo. É um projeto bacana que trouxe nova perspectiva, acredito que para os quatro, trabalharmos juntos é muito divertido.

Leia também: “Menos julgamento e mais benevolência”, aponta a autora Trycia Mello

SP – Além disso, em que outros projetos podemos acompanhar a escritora Jeane Lima?

JL – Tenho um projeto com a Trycia chamado Poucas palavras, muitas histórias, onde narramos nossos microcontos. Sou colunista literária no Jornal Voz e apresento meus trabalhos solos na minha página do Instagram @escrito_jeanelima.

Sendo mulher, gosto de falar com mulheres quando escrevo, tentando deixar algum aprendizado, explícito ou implícito

Jeane Lima.

SP – No dia a dia, em suas postagens, podemos acompanhar uma mulher escritora muito forte, decidida e confiante. De onde vem tanta força? Como isso se reflete em seu trabalho?

JL – Acredito que a arte reflete o artista, agradeço sua percepção sobre a minha escrita. Sendo mulher, gosto de falar com mulheres quando escrevo, tentando deixar algum aprendizado, explícito ou implícito. É que, normalmente, nos meus textos há muita leitura nas entrelinhas.

SP – Algo a acrescentar?

JL – Gostaria de agradecer o carinho e a oportunidade de participar do seu site, linda Suh. Você é muito talentosa e autêntica. Parabéns! Sucesso! Forte abraço. Beijo

Gostou do conteúdo? Compartilhe!

Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on twitter
Suelen de Paula

Suelen de Paula

Suelen é jornalista e escritora. Apaixonada por livros e séries, compartilha sua jornada Antes dos 30 anos pelo IG Literário @antesdos30_suh .

Este post tem 2 comentários

  1. Maiara

    Linda entrevista.. fiquei curiosa para ler algo sobre a autora ,… 🙂

  2. Tatiane Gimenes

    Conheci a Jeane por meio da Trycia Mello, acompanho seus trabalhos pelas redes sociais e tenho essa mesma percepção de força pela sua escrita.

Deixe um comentário