Dia das crianças: saiba a importância da leitura infantil

Dia das crianças: saiba a importância da leitura infantil
Foto: Pixabay - Jillwellington1908

O dia das crianças está chegando e muitos pais se perguntam o que dar de presente aos pequenos. É comum que a maioria dê brinquedos de presente, o que não é de fato ruim, mas já pensou em dar algo novo para seu filho? Que tal um livro? Eu sou geração que aprendeu a ler com a turma da Mônica. Meu avô paterno, que inclusive nasceu no mesmo dia que eu, em 09 de Outubro, me ensinou a ler quando eu tinha apenas cinco anos.

Enquanto meu avô esteve vivo, sempre lia histórias, comprava gibis gigantes, que na época eram chamados de ‘almanacão’. Estes eram lançados durante as férias e tinham várias atividades educativas como: desenho para colorir, atividades de raciocínio, entre outros.

Leia também: Larissa Baoli: uma leitora voraz que se tornou escritora

Leia para os pequenos

Ler para uma criança, presentear ela com um livro ou gibi, além de incentivar a imaginação, pode também influenciar na criatividade, tornando-a assim, um futuro adulto leitor. Isso sem dizer que essas ações criam uma memória afetiva, um laço inquebrável com seu filho (a), sobrinho (a), neto (a), afilhado(a), enteado (a), aluno (a), em suma, com qualquer criança do seu vínculo cotidiano, assim como o meu com o meu avô.

E eu tenho certeza que você tem boas lembranças como essas citadas acima. Você sabia também que há muitos poetas/escritores clássicos e contemporâneos que tem poesias e livros para crianças de todas as idades? Sim, porque muitas delas tocam e fazem derreter até os mais duros corações, são estórias que como diria a música de Sandy e Junior, Era uma vez: ” uma história de amor, de aventura e de magia, só tem a ver quem já foi criança um dia). Então abaixo deixarei algumas dicas para vocês:

Arca de Noé – Vinícius de Moraes

A obra contém poesias bem conhecidas pelo público como: “Lá vem o pato, Patati pata acolá/ lá vem o pato para ver o que é que há (…)” e: “era uma casa muito engraçada, não tinha teto não tinha nada/ ninguém podia entrar nela não, porque na casa não tinha chão (…)”.

Ou Isto Ou Aquilo, Cecília Meireles

O livro tem o poder de fazer a criança refletir o que ela não pode estar\fazer, ou seja, duas coisas ao mesmo tempo como brincar e estudar. Faz refletir desde pequeno sobre as responsabilidades que devemos ter por toda a nossa vida.

Berimbau e outros poemas – Manuel Bandeira

O livro reúne 29 poemas, dentre eles, “Porquinho-da-índia”, “Andorinha”, “Na rua do Sabão”, “Trem de ferro”, “O anel de vidro”, “A estrela”, “Madrigal tão engraçadinho” e “Os sapos”. Bandeira criou muitos poemas que evocam a infância, as brincadeiras de rua, os acalantos e as situações divertidas do cotidiano, diz Elias José, responsável pela seleção. De maneira simples e gostosa, os poemas entretêm, divertem e aguçam a imaginação. Além de mexerem com os sentimentos e as emoções, levam o leitor a embarcar na fantasia, plena de liberdade, ternura e graça. Meu bem:/ Caí na Lapa – um deserto…/ Pará, capital Belém!

O Batalhão das Letras, Mario Quintana

Com as letras do abecedário, Quintana faz magia com suas poesias ao rimar e ensinar de forma leve, divertida e totalmente lúcida o alfabeto para os pequenos.

Ninho das Borboletas – Karina Aldrighis

Em 2011 eu li esse livro maravilhoso de poesias infantis escrito por Karina Aldrighis e que se chama “Ninho das Borboletas”. O enredo conta com 30 poemas que remetem a temas de uma infância feliz e saudável, com brincadeiras e muita diversão, composta por uma linguagem leve e gostosa, indicado para todos que desejam ter uma leitura agradável.

Timóteo e as Árvores, Adriana Jungbluth

Essa foi uma das minhas leituras mais recentes que ensina as crianças desde pequenas a amarem a natureza e verem que mesmo os seres mais pequenos, podem fazer a diferença.

E aí? Gostou das dicas? Me diga nos comentários quais das dicas te interessou mais.

Gostou do conteúdo? Compartilhe!

Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on twitter
Keisy Santos

Keisy Santos

Keisy Santos é escritora e formada em Letras, Português e Espanhol pela Universidade de Taubaté. Vinda de uma família de poetas, Keisy começou a escrever suas primeiras poesias aos 12 anos em 2020, em plena pandemia, lançou seu primeiro livro de poesias: “Descreversos“.

Deixe um comentário