Larissa Baoli: uma leitora voraz que se tornou escritora

Larissa Baoli: uma autora leitora voraz que se tornou escritora
Foto: Divulgação\Autora

Larissa Baoli começou a escrever cedo, aos 14 anos. Desde sempre teve uma mente criativa, sendo uma criança de muita imaginação e uma pré-adolescente com uma tendência a inventar histórias. Seu primeiro livro, “A Princesa Perdida” é um conto de fadas moderno e rendeu muitas avaliações positivas na Amazon. Agora, aos 27 anos, a escritora continua com o mesmo desejo, o de dar asas à sua mente e criar mundos diferentes. Entrevista completa com a autora abaixo. Confira!

Foto: Divulgação\Autora

SP – Primeiramente, quem é Larissa Baoli?

LB – Eu sou Larissa, tenho 27 anos, sou formada em Marketing e no momento estou em minha segunda graduação, desta vez, em Gestão Desportiva e de Lazer. Sou uma escritora independente que publica pela Amazon desde 2020 e pelo Wattpad desde 2015. Apesar de já ter trabalhado com vários setores (do telemarketing a venda de cosméticos, a aulas de reforço, eu realmente já fiz de tudo um pouco rs’), é na escrita que eu me sinto mais realizada e é nisso que tenho focado no momento. Também amo ler, maratonar filmes e series e sou apaixonada por teatro e música.

SP – Você escreve desde muito cedo, os 14 anos, correto? Como se deu esse início? O que te motivou?

LB – Desde os 8 anos eu sempre fui uma leitora assídua de vários tipos de livros e rapidamente fui dos paradidáticos, que eram leituras obrigatórias na escola, para livros que me interessavam. Acho que quando tinha mais ou menos 10 anos descobri que uma amiga de minha mãe tinha uma enorme coleção de livros na despensa (devo acrescentar que a maioria deles eram completamente inapropriados para a minha idade), e lembro que passava tardes e noites distraída ali.

E dessa maneira a transição de leitora para escritora veio de uma forma gradual. Eu fui uma criança com muita imaginação e uma pré-adolescente com uma tendência a inventar histórias, chegando a um momento em que eu simplesmente estava na escola e uma história ia sendo montada em minha mente, me fazendo parar tudo para escrever em meu caderno mesmo, ali, no meio da aula! Nem preciso dizer que isso também me garantiu várias complicações, não é mesmo? Principalmente nas matérias exatas!

SP – Você começou a publicar por meio do Wattpad, como avalia essa Recomenda para novos autores?

LB – O Wattpad, assim como as outras plataformas de publicação gratuita, são formas de expor o seu trabalho e de receber o que eu chamo de feedback quentinho! (risos) Por exemplo, ao permitir que os usuários possam comentar em trechos da obra, você pode receber um feedback daquele trecho que você estava curiosa para saber como as pessoas reagiriam e eu acho isso maravilhoso! Então, óbvio que não posso deixar de não só recomendar como também agradecer a essas plataformas por serem uma porta aberta para qualquer um que queira pôr sua imaginação no “papel”.

Leia também: Processo criativo: conheça os meus e as diferenças entre eles — Parte 3

SP – Muitos dos seus leitores têm pedido nas redes sociais a continuação do livro “A Princesa Perdida”, teremos um segundo livro da história?

LB – Sim! “A Princesa Perdida” é uma trilogia, então logo irei entregar o segundo livro (que será um pouco maior que o primeiro e já tem título e capa!) e irei iniciar o processo de escrita do terceiro e último livro da história de Nicolle.

Primeiro livro da autora
Foto: Divulgação\Autora

SP – Quais são seus planos literários para o futuro? Alguma outra história em andamento?

LB – Várias! E espero que após finalizar a trilogia APP, eu consiga manter a atenção de minhas leitoras e cativá-las com as novas histórias e personagens que tenho em mente. A verdade é que tenho uma pasta contendo várias possíveis histórias que estão prontas para serem desenvolvidas assim que eu disser adeus ao mundo de Combellmont, e outras que continuam chegando através de sonhos ou até mesmo durante o banho (!!!) e sendo colocadas “em espera” até que eu possa me dedicar a elas.

SP – Qual mensagem pode deixar para autores e leitores que ainda não te conhecem? Quais canais de contato e por onde podemos te acompanhar?

LB – Tento manter um relacionamento de proximidade com minhas leitoras, estando sempre disponível para ouvir as sugestões, as críticas e para surtar junto nos muitos momentos de tensão dos livros que escrevo, então posso dizer a qualquer um que se interesse que esta autora pode ser encontrada vagando pelo twitter (@larissabaoli) onde acabo até mesmo comentando sobre cenas que estou escrevendo – o que pode ou não contar como spoiler! – e pelo instagram (@larissabaolibooks) onde faço resenhas dos livros que leio e posto algumas novidades ou posts interativos sobre meus livros.

Foto: Divulgação\Autora

SP – Extra!

LB – Gostaria de agradecer pela oportunidade e pelo trabalho que você tem feito, cedendo esse espaço para autores nacionais e pedir para que os leitores façam o mesmo. A lista de escritores nacionais só cresce e somos muitos, escrevendo sobre vários gêneros, o que torna injusto classificar todos como “gênero nacional” como já cheguei a ler por aí. Quer dizer, se você já leu um livro nacional e não gostou, indico tentar outro gênero ou outro autor e não simplesmente desistir e dar hate em todos.

Ser escritor no Brasil é um ato de coragem, um verdadeiro desafio e eu me sinto grata por receber o apoio das minhas leitoras, mas é assustador o tanto de preconceito que ainda existe com a literatura nacional. Apesar disso, deixo aqui também o meu apelo a todos que escrevem, mas que ainda não tiveram coragem de expor suas obras: Publiquem. Seja pelo Wattpad, pela Amazon ou por onde vocês se sentirem à vontade, mas por favor, não tenham medo de mostrarem seus livros para o mundo. Acreditem, sempre vai haver alguém que estava esperando exatamente pelas histórias que vocês têm para contar e não desistam ou deixem ninguém convencer vocês o contrário.

Gostou do conteúdo? Compartilhe!

Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on twitter
Suelen de Paula

Suelen de Paula

Suelen é jornalista e escritora. Apaixonada por livros e séries, compartilha sua jornada Antes dos 30 anos pelo IG Literário @antesdos30_suh .

Deixe um comentário