Livros para ler antes dos 30: parte II

Livros para ler antes dos 30: parte II
Crédito da imagem: Canva

O post de hoje é uma continuação do anterior e finaliza a lista de livros que considero interessantes para ler antes dos 30.

No entanto, confesso que não foi fácil finalizar essa lista, pois eu gostaria de indicar mais livros para vocês hahaha. Contudo, alguns eu tive a sorte de conhecer antes dos 30, mas gostaria de ter conhecido bem antes, pois são ótimos e devem ser lidos na adolescência. Lembrando que reuni algumas leituras que eu fiz ao longo da vida para compartilhar com vocês porque em breve não serei mais uma antes dos 30 🥺

Ao todo foram dez obras literárias, separadas em duas partes, contendo nacionais e estrangeiras de diversos gêneros e temáticas, de homens e mulheres de diferentes épocas, que proporcionaram importantes provocações e reflexões sobre temas inerentes à vida em sociedade, questões sociais e históricas ou culturais.

Extraordinário — R. J. Palacio

August Pullman, o Auggie, nasceu com uma síndrome cuja sequela é uma severa deformidade facial, que lhe impôs diversas cirurgias e complicações médicas. Por isso ele nunca frequentou uma escola de verdade.. até agora. Todo mundo sabe que é difícil ser um aluno novo, mais ainda quando se tem um rosto tão diferente. Prestes a começar o quinto ano em um colégio particular em Nova York, Auggie tem uma missão nada fácil pela frente: convencer os colegas de que, apenas da aparência incomum, ele é um menino igual a todos os outros.

Livros para ler antes dos 30: parte II

Percy Jackson e os Olimpianos — Rick Riordan
(e todas as obras do autor 🤭)

Combinando mitologia grega e muita aventura, a saga do menino Percy Jackson, que aos 12 anos descobre que é um semideus, filho de Poseidon, tornou-se um fenômeno mundial. Foram mais de 15 milhões de livros vendidos em todo o mundo e quase um milhão no Brasil, além da adaptação para o cinema que atraiu 1,8 milhão de espectadores no país. O ladrão de raios, em que Percy descobre sua ligação com os deuses do Olimpo e precisa impedir uma guerra entre eles, que acabaria com toda a civilização ocidental; O Mar de Monstros, quando ele e seus amigos se envolvem numa perigosa aventura para defender o Acampamento Meio-Sangue; A maldição do Titã, em que nosso herói descobre que Cronos, o Senhor dos Titãs, despertou e está disposto a destruir toda a humanidade; A batalha do Labirinto, em que Percy, Tyson, Annabeth e Grover são destacados para combater o perigoso Titã nos corredores do temido Labirinto de Dédalo; e O último Olimpiano, quando o confronto toma as ruas de Nova York e Percy tem de lidar não só com o exército de Cronos, mas também com a chegada de seu 16º aniversário e, com ele, com a profecia que determinará seu destino.

Confira a primeira parte da lista de livros para ler antes dos 30

A morte de Ivan Ilitch — Liev Tolstoi

Ivan Ilitch é um funcionário público do sistema judiciário da Rússia. Sua ascensão social acontece de modo tranquilo. Casa-se com uma mulher exigente, por isso se dedica ao trabalho até ser um magistrado. Seu trabalho é o refúgio que ele encontra para evitar sua família. Um dia, Ivan cai, se fere e acredita ter contraído uma doença, porém os médicos não conseguem obter um diagnóstico satisfatório. O tempo passa e o ferimento agrava-se, ele então se vê restrito ao ambiente familiar. Ivan Ilitch quer morrer, porque será o término da sua dor e de sua vida de mentiras. Inicia, então, um processo de busca pelo sentido da vida, durante o qual percebe terem sido poucos os momentos da sua existência que tiveram significado.

Livros para ler antes dos 30: parte II

Sherlock Holmes — Arthur Conan Doyle
(e todas as obras do autor 🤭)

Em 1887, o escritor escocês sir Arthur Conan Doyle criou Sherlock Holmes, o infalível detetive a quem os agentes da Scotland Yard recorriam para solucionar os mistérios mais intrigantes da Inglaterra vitoriana. Desde então, as aventuras do mestre da investigação atraem leitores ávidos por chegar à última página e ver o enigma desvendado. Esta obra completa reúne os quatro romances e os 56 contos sobre as aventuras do detetive mais famoso do mundo e de seu fiel companheiro, o dr. Watson. Para desvendar mistérios, o faro e a astúcia de Sherlock Holmes levam às fontes menos óbvias, às informações mais precisas. Um modelo que influencia até hoje a literatura policial e revela fôlego para impressionar gerações de leitores através dos tempos.

Irmãs em Auschwitz — Rena Kornreich Gelissen

Uma das poucas pessoas a se entregar voluntariamente para o exército alemão e ir a um campo de concentração – quando ainda se acreditava que eram apenas campos de trabalho – Rena Kornreich fez parte do primeiro transporte em massa de judeus para Auschwitz e sobreviveu ao campo nazista por mais de três anos, junto a sua irmã mais nova – Danka. Juntas, ambas tiveram de ser resilientes a cada a perversidade vivenciada durante o período de aprisionamento. E, a despeito da iminência da morte, das doenças, das surras e do trabalho forçado, os relatos de Rena a respeito da convivência entre as prisioneiras nos garantem que a empatia emergida dentro de cada dormitório e de cada grupo de trabalho encorajou essas mulheres a permanecerem unidas até que Auschwitz fosse libertado e suas vidas fossem devolvidas para sempre.

Definitivamente, eu A M E I fazer essa lista para vocês e acho importante ressaltar mais uma vez que ela contém apenas alguns dos livros que devem ser lidos antes dos 30 na minha opinião, pois são os que mais gostei de ler ou que me marcaram de alguma forma. Agora comentem aqui embaixo se vocês já leram algum desses livros ou se tem outros para indicar a serem lidos antes dos 30. Conta pra gente aqui, vamos adorar saber! 🥰

Gostou do conteúdo? Compartilhe!

Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on twitter
Tatiane Gimenes

Tatiane Gimenes

Tatiane é escritora, professora e idealizadora do Blog Escritopias. Entre uma leitura e outra, ela divide a sua paixão por escrever com o seu amor pela Educação. Sua missão é divulgar a literatura e a cultura por meio das suas escritas.

Deixe um comentário